Hoje em dia, alugar um apartamento está se tornando muito popular. Não apenas pelo aumento da inflação e cada vez menos oportunidades, mas também por uma mudança na tendência. Não existe mais esse impulso para ter algo que é apenas sua posse. As pessoas preferem escolher uma opção confortável. Tomemos como exemplo a Noruega, onde está na moda alugar um apartamento, que é renovado após cada inquilino para oferecer o melhor nível de serviço.

Portanto, um ótimo seguro para aluguel de casas é obrigatório. Mas no artigo de hoje você vai abordar a situação de quando deseja alugar um apartamento e está considerando a melhor forma de garantir seu imóvel. Lembre-se de que sua propriedade é seu investimento, portanto o risco está sempre envolvido.

 

Por Que é Necessário Seguro de Propriedade Comercial?

Por razões simples. Propriedade não é algo barato, então você decide ganhar dinheiro com ela alugando-a. Às vezes você pode se enganar sobre o inquilino, ele pode nos causar muitos danos, pelos quais você pode incorrer em grandes custos. Existem também situações aleatórias pelas quais o inquilino não é necessariamente responsável. Vale a pena cuidar dos seus interesses.

 

O Que Meu Seguro Residencial Deve Incluir?

Paredes e elementos fixos para a propriedade são o mínimo. Se também houver eletrodomésticos e eletrônicos em nossa propriedade, também vale a pena cobri-los com um seguro. Às vezes, o manuseio incorreto pode levar à quebra do equipamento. Além disso, móveis, tapetes e itens de valor que você decidir deixar em nossa propriedade. A proteção dos equipamentos vai te deixar muito mais tranquilo, com certeza.

 

folha de papel

Em Qual Cobertura Você Deve Estar Interessado?

Além dos danos intencionais que podem ser causados pelos inquilinos, fala-se também de situações fortuitas sobre as quais nem o senhorio nem o inquilino têm controlo. Qualquer desastre natural, incêndio, inundação (claro, não só pelos elementos, mas, por exemplo, por um vizinho se você alugar um apartamento em um bloco de apartamentos), furacões, quedas de raios, que podem causar surtos gerais e ameaças de eletricidade e energia. O seguro residencial para aluguel é como um plano de negócios, importa nesse tipo de situação.

 

Extensões de Seguro Para Proprietários que Valem a Pena Considerar

  • Proteção contra vandalismo e devastação. Nem sempre se aplica a inquilinos, mas também a terceiros, como roubo ou furto. Se o seu imóvel estiver localizado em área de alto risco, vale a pena adquirir esta extensão.
  • Proteção de objetos de vidro. O seguro do seu senhorio protegerá qualquer vidro quebrado de janela, chuveiro, fogão de indução e, às vezes, até mesmo painéis fotovoltaicos, se você os possuir.
  • Protecção contra inundações. Esta extensão é necessária se a nossa propriedade estiver localizada relativamente baixa. O seguro de aluguel de casa, voltado para moradias unifamiliares, costuma ter. Se você alugar um apartamento térreo em um bloco de apartamentos, você deve pensar nisso por conta própria. Aqui você também adicionará proteção contra inundações. Por culpa do nosso inquilino ou de um vizinho.
  • Seguro de responsabilidade civil de vida privada. Danos não intencionais à saúde ou ao patrimônio dos inquilinos, com situações aleatórias no imóvel. Recomendado especialmente se seus clientes forem famílias com crianças.
  • Assistência Domiciliar. Você nunca pensa nisso até que algo quebre e surja um problema. Do ponto de vista do proprietário de um apartamento alugado, esta é uma grande comodidade, pois pequenos defeitos não lhe dizem respeito. Sempre há encanadores, carpinteiros, vidraceiros, especialistas em eletrônica e eletrodomésticos.
  • Assistência legal. Esta é muitas vezes uma opção disponível, não só para problemas com inquilinos, mas também para questões aparentemente simples como a elaboração e assinatura de um contrato de arrendamento ou a criação de protocolos de transferência.

Qual é o Objetivo Disso?

Ao contrário do que parece, segurar um apartamento alugado por vezes até para ambos os lados (relação senhorio-inquilino) é uma prática cada vez mais comum. Não se trata apenas da aplicação do método da confiança limitada, mas também de garantir os seus interesses no futuro como senhorio, para o inquilino é uma espécie de conforto, em caso de dano inadvertido, que acontece a todos nós e é tão normal que possível. Porém, o seguro em si é um conforto, mas deve ser um complemento a um contrato de locação bem elaborado, para segurança do seu orçamento.

 

Que Seguro Residencial eu Preciso se eu Alugar?

Como é Financeiramente o Seguro de Aluguel de Casa?

Para encontrar o melhor negócio, você deve usar calculadoras de seguros disponíveis publicamente ou ir até a seguradora de nossa escolha e conversar com um consultor de clientes. Para escolher o melhor negócio, pode, claro, dirigir-se a várias seguradoras e depois confrontar as ofertas. O valor desse seguro varia de 50.000 a até 100.000 mil, então o prêmio anual ou mensal no cálculo sai pequeno.

Simulação do Dano

Vamos supor que ocorreram danos no apartamento que você aluga. Para começar, você precisa determinar a extensão desse dano, de cujo seguro ele deve ser coberto. Se for do senhorio, então o senhorio, se for o inquilino, então o mesmo. A partir do momento em que o dano é detectado, você tem cerca de 4 a 7 dias para reportá-lo. Agora depende da seguradora. Às vezes, um ombudsman deve comparecer para determinar a extensão dos danos.

A parte indiscutível da indemnização, que é simplesmente devida sem resultado da avaliação do avaliador, deverá ser paga até 30 dias após o laudo. Para a parte contestada, a seguradora tem 14 dias caso comprove a razoabilidade do seu pagamento.

Também pode ser que você não concorde com o valor da compensação. Em tal situação, é claro, você tem a oportunidade de recorrer. Existem duas maneiras: ou a seguradora admite que você está certo ou você vai a tribunal.

Vale acrescentar que você só tem direito à indenização se cumprir as obrigações que lhe foram atribuídas (pagamento dos prêmios em dia) e cumprir todos os requisitos, e também se os danos causados ​​se enquadrarem no âmbito do nosso seguro. Isto é como uma política do proprietário de uma empresa.

Quando uma Seguradora tem o Direito de Negar Indenização?

Além da ação intencional, a negligência é, obviamente, uma série de outras situações. Entre outros, atuar sob efeito de intoxicantes e drogas psicoativas. Somam-se a isso a falta de inspeções técnicas obrigatórias (como instalações elétricas), reformas não declaradas que deveriam ser cobertas por outro tipo de seguro, uso ou posse de objetos como armas ou explosivos. Além destas, situações extremas: guerra, lei marcial, ataque terrorista ou motins.

Esperamos que com este artigo tenhamos dissipado as suas dúvidas sobre a legitimidade do seguro de imóveis comerciais. Vale a pena cuidar dos seus interesses com bastante antecedência!

Postagens relacionadas

How To Make Money Blogging_Header

BI ainda é possível ganhar dinheiro com blog em 2023? Claro. Embora muitas pessoas utilizem principalmente as redes sociais, blogar por dinheiro não é uma…

Franquia - Como iniciar seu próprio McDonald's

A franquia é hoje uma das formas mais populares de fazer negócios. Empresas gigantes, principalmente de catering ou com vendas no varejo dessa forma, estão…

Negociação – Táticas e dicas que podem te ajudar

As negociações nos negócios são muito importantes. Muitas pessoas abordam as negociações de uma forma muito negativa. Embora as utilizemos todos os dias, muitos de…

Entrevista de Emprego – 5 Perguntas Que Você Deve e não Deve Fazer

Cada entrevista de emprego, seja a primeira ou a subsequente, é igualmente importante para nós e causa a mesma quantidade de nervosismo e emoções. É…

Você Deve ter Várias Contas de Corretagem?

Se você está envolvido no mercado de ações e já possui uma conta de investimento, pode estar procurando uma maneira de economizar algum dinheiro. Vale…